PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLIQUE AQUI

PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLIQUE AQUI
PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLICA NO CARTÃO ACIMA

quinta-feira, 16 de maio de 2019

As causas emocionais da artrite reumatóide



Com muita alegria que retorno para falar das causas emocionais das doenças, não pelo sofrimento que causam e sim pela remediação oferecida pela EFT.
Eu que já tive burcite sou exemplo vivo da reversão de causa realizada pela EFT e foi por onde me aprofundei na técnica
Esse assunto foi solicitado por algumas clientes e também tenho muitas amigas com essa doença
·         75% são mulheres
·         1 por cento da população do Brasil 2 milhões de habitantes
·         Faixa etária não definida
Por definição é Uma doença inflamatória crônica autoimune que afeta muitas articulações, incluindo as das mãos e dos pés e pode até atingir orgãos internos em estágio mais avançado.

Quais são as causas emocionais então dessa doença tão desconfortável que pode o correr em todas as idades.
·         Revoltado ou crítica contra autoridade?Mas essa autoridade faz coisas muito bem que você não faz ( firmeza, objetividades, sabe o que quer, observa como o outro age para poder agir, inabalável, estratégica...)

·         Se sente oprimida  ou com raiva, ao mesmo tempo em que se sente pego em uma armadilha ? mas não toma posse de si dizendo sim quando realmente quer assim falar e não diz o que quer realmente da vida

·         Reservada que nunca se queixa, mas tem todos os diálogos mentais dentro de si de discussões infindáveis com tais autoridades?( nunca tem paz interior e não sabe pq atrai guerras com autoridades)

·         Tem o medo de se mexer e sair da condição de vítima no caso de autoritarismo hierárquico  e não se dá o que exige do outro para si

·         Baixa autoestima ( aceitação de si zero ou mínima no corpo , nas atitudes)

·         Pedido de reconhecimento em que se encontra subjugada

·         quer apoio carinhoso (quer um mimo mas não se dá mimo, cuidado , atenção apropriados)
EFT para reduzir a revolta com a autoridade- EFT para os eventos em que se sentiu oprimida e sem poder com a técnica da carta desabafo e as coisas engasgadas pode usar a técnica do palquinho.

EFT para a autoridade opressiva em sua vida

Essa pessoa que me irrita profundamente
pelo uso abusivo da autoridade
sobre mim e outras pessoas
Sempre tentando controlar ditatorialmente
Nunca ouvindo
Sempre forçando a barra
Não respeita o limite dos outros
Só faz o que quer
Sem perceber que está oprimindo
O controle pelo controle
Sufoca com as solicitações
Mas não sei dizer não
Não assumo que preciso dar limites
Mas posso fazer isso de um ponto de paz
Fazer só o que está ao meu alcance
Sem me sacrificar
Quem me oprime sabe como usar as palavras
O que eu normalmente não sei
Quem é opressor sabe usar estratégias
Que eu não tenho e nem uso para viver melhor
Não significando que vou oprimir
Mas sim que vou me posicionar de um ponto de equilíbrio
Sem precisar me revoltar
Antes vou dizer com tranquilidade o que desejo dizer
Sempre é possível me expressar com clareza e objetividade

Como resolver a celulite com EFT



Não é mais uma inflamação, mas o nome ficou, atinge 60% das mulheres , deformação do tecido conjuntivo,  pela drenagem linfática inapropriada
Depósito de gordura sob a pele
Viemos para curar as emoções, só apreciar a quantidade de água no corpo (70%), e a quantidade de água no planeta , também 70%. Falam do refrigerante, e parei por anos , mas nada mudou no meu corpo, tinha muitos dos fatores que vou citar abaixo por resolver na minh vida.A medicina fala de mil justificativas, como hormônios, mas os mesmo também são regidos pelas emoções e sua química gerada.
·         Presa aos sofrimentos da infância- tem imagem do passado dos sofrimentos, então ainda está no corpo na zona de trauma
·         Reteção de lágrimas e mágoas do passado, precisa usar a técnica da carta desabafo para as situações e para as pessoas envolvidas usar a técnica do palquinho
·         Sem paciência, agitada,  mas não aparenta, fica aquela camada, como uma máscara protetora do que a pessoa já sabe que está errado em sua atitude consigo mesmo de desconfiança, de falta de suporte, mas mantem a fachada de tudo tranquilo.
·         Muito apressada, se estiver fazendo algo rápido, que seu coração possa estar calmo, sentindo o suporte da vida em cada momento
·         Dificuldade de avançar, por medo de escolher a própria direção

Pode ser agitado, mas estar em paz
Muitos jovens com celulite muito cedo, e não falo a celulite do bebê, mas a celulite que está em todos bem cedo
Nos jogos intercursos, notei a quantidade de celulite até em meninas magras
Abra o coração para a serenidade, cuidar do lazer, fazendo o que mais gosta.
Técnica da carta desabafo para os eventos de muita tristeza na infância

EFT para lágrimas retidas
Ponto de caratê
Mesmo que eu tenha essas lágrimas guardadas por sofrimentos da infância, eu escolho aceitar meu corpo e como ele reage a tudo isso
Outros pontos
Eu tenho essas imagens do passado
De sofrimentos da infância
Muito difícieis de esquecer
Muito difíceis de deixar para lá
Não consigo entender porque aconteceu tudo isso
Não consigo aceitar todo esse desconforto
Muitas vezes foi necessário engolir a dor
Guardar as lágrimas
Pois pareciam que as coisas poderiam piorar
Mas agora escolho estar do meu lado
E permitir que minha pele solte todo esse sofrimento
Na forma de lágrimas represadas
Deixo ir as lágrimas de minha barriga
De minhas nádegas
De meus quadris
De minhas coxas
De meus braços
Deixo ir a tristeza de todo o meu corpo
Pois é esse instrumento que precisa se libertar
Eu o ajudo e permito sua liberação
De segurar lágrima antigas
Dores da infância
E a solidão dessas dores no meu corpo
Mesmo que eu não consiga entender porque ter tantas lágrimas retidas
Eu escolho permitir que meu corpo se liberte
Mesmo que pareça difícil deixar as lágrimas irem
Elas representam registros que não podem se apagar
Para eu não cair em novas dores semelhantes
Eu escolho permitir a liberação de todo o meu corpo de lágrimas retidas
Mesmo que essas lágrimas tristes estejam em todo meu corpo
Eu permito deixar o corpo ir e no fluxo
Sem reter o que não lhe serve
Viva a liberdade emocional de se sentir livre de lágrimas retidas
Viva a felicidade de ter paz em si
E viva a oportunidade de reconhecer onde está


domingo, 24 de março de 2019

A vítima que habita em mim saúda a vítima que habita em você


Hoje o assunto é o lado vítima de  cada um e como contribuímos para o inconsciente coletivo de injustiças e desventuras.
Em algum nível nos sentimos vítimas
·         Quando os outros falam e por acharmos a opinião da pessoa importante, ou por querer fazer parte de uma tribo, absorvemos o que o outro diz acreditando que é pura verdade, sem perceber que cada um tem uma faceta e um entendimento dos acontecimentos?
·         Quando acreditamos que tudo o que aterrissa na nossa mente é nosso, sendo que 85% vem do inconsciente coletivo, com que frequências estamos insensíveis ao nosso melhor, aos nossos dons e qualidades e quanto achamos que merecemos sair desse mar caudaloso de insatisfação pessoal coletiva, que acredita que o mundo é que vai lhe suprir?
·         Quando ficamos olhando para os eventos acreditando que só nos tiraram do caminho ou nos feriram, como muitas vezes estamos fazendo isso conosco de nos ferir puxando nosso próprio tapete, com atitudes sabotadoras?
·         Quando o marido não nos ouve e isso nos arrasa, como estamos nos ouvindo, ou nos priorizando?
·         Quando alguém nos trai, em atitudes ou com outras pessoas, como estamos prometendo para nós que faremos algo que é necessário, mas nos esquivamos de fazer?
·         Quando as pessoas não aceitam as nossas ideias e isso nos deixa desconfortáveis, quais ideias minhas não estou ouvindo e aplicando?
·         Quando alguém nos abandona, mas no que estamos nos abandonando, quando não estamos nos permitindo aceitar com tudo o que vivemos , nosso lado luz e sombra?
·         Quando solicita atitude ou mudança do parceiro e não é atendida, mostrando somente que você não está tendo alguma atitude essencial em sua vida para seu bem estar e melhores resultados na vida?
·         Quando falamos que alguém precisa ser salvo pelo o que está passando, mas o que realmente a pessoa precisa se dar conta que ela que se sente carente de si mesmo e não quer deixar o outro passar pela dor que ela ainda tem dentro de si.
E tudo isso só está mostrando algum aspecto nosso que ainda não foi aceito pessoalmente, dado atenção ou mesmo deixamos de nos ouvir, ou simplesmente nos traimos quando deixamos de fazer o que é melhor para nós e todos os envolvidos em prol de algum retorno de outrem ou reconhecimento alheio.
Muitos partem com soluções conhecidas, como revidar, se entristecer, tentar desaparecer, se endurecer, mas o que a pessoa realmente precisa é se permitir emergir do senso comum da vítima e se perguntar em que aspecto estamos nos vitimando com tais atitudes semelhantes.
Como se a única solução fosse a vítima que vitima seu algoz para tentar mostrar que o mesmo está errado.
É a infelicidade com a mãe que não ama a filha ou vice versa
É o descontentamento com algum parente que não aceita a verdade que temos para dizer
É a profunda tristeza que alguém sente pelo outro nunca ter pedido desculpas ou ter reconhecido que errou.
E o tempo vai passando e depois o arrependimento vem por olhar para trás e perceber que se percebe a importância dos entendimentos sobre a vida e como não agimos na hora que deveríamos, voltando a se vitimar pela falta de atitude anterior.
É a vítima só olhando para o algoz e sendo algoz de si mesmo todo o tempo...
Como transcender o ciclo vicioso da vítima que vitima, que se sente impotente perante o passado, a vida , as pessoas, o mundo, os governos e por aí vai?
Para começar, Muita EFT para esses eventos anteriores de sensação de impotência , subjugação e inferioridade e a paz vai tomar conta de vc aos poucos conforme coloca luz no seu passado de vítima com o uso da técnica do palquinho e da carta desabafo

EFT para a libertação do lado negativo do inconsciente coletivo da vítima que habita em nós
Eu olho para meus eventos no passado
Onde em senti desconfortável
Me senti inferior
Atacada
impotente
Desprotegida
Humilhada
Ou mesmo não entendida ou atendida
Começo a perceber agora que as coisas muitas se repetem na minha vida
Com as mesmas pessoas
Ou mesmo com diferentes
Um mar de acontecimentos de insucessos
Um mar de desventuras
E depois com a idade vem o peso das estatísticas
doenças e problemas de saúde de toda ordem
e eu tentando me erguer
uma nova agulhada
muitas vezes depois de eu ainda não ter conseguido cicatrizar a anterior
como uma ferida sobre a outra
um desconforto e insatisfação total
eu fico imaginando se seria possível
mudar essa visão de mim e dos acontecimentos
já que o olhar atual não tem me dado muito conforto
perceber que o que preciso fazer são as perguntas que me aproximem de mim e tudo o que sou
e outras pessoas só me mostram essa necessidade de reaproximação interior
eu começo a me permitir me ver
me perceber
dialogando abertamente comigo
para meu mais alto bem
e minha liberdade do papel de vítima prejudicial na minha vida

EMOÇÕES E ATITUDES QUE ATIVAM A ESCLEROSE MÚLTIPLA



18 casos para 100 mil habitantes parece um índice baixo mas vamos usar esse objetivo para perceber atitudes e emoções desconfortáveis relacionadas

Olá rica noite a todos, falando sobre as causas emocionais e atitudes que ativam doenças, hoje vou falar da esclerose múltipla ativada em pessoas que não tem mais idade emocional para isso.

Minha vó tinha essa junto com o mal de parkinson, que já tratei anteriormente em uma live, que representa feridas muito profundas e inaceitáveis na vida da pessoa.

Dificuldade de mobilidade de partes do corpo por essa doença auto-imune do sistema nervoso central, não é doença hereditária diretamente, com o ataque da bainha da mielina e danificação com inflamação permanente do axônio, condutor da informação de um neurônio, podendo ter problemas temporários ou irreversíveis nos olhos, intestinos, na motricidade em todos os níveis, fadiga, formigueiro.

Emoções e atitudes que ativam a esclerose múltipla quando a pessoas não tem mais idade espiritual para agir ou sentir dessa maneira.

·         Sabe ser amável mas...

·         Excesso de crítica,

·         excesso de  cobrança de outros e de si,

·         rigidez nos pensamentos e atitudes

·         medo de perder a pessoa amada.

·         Ressentimento  e indignação, raramente liberados que se refletem na inflamação

·         Pessoa busca aprovação para seus atos

·         Prefere não assumir responsabilidades nem correr o risco de fracassar e acaba trilhando  a jornada de outros no lugar de ter seu próprio caminho

Algumas dicas do uso da EFT para os diferentes tipos de sintomas e emoções desconfortáveis:

·         Veja seus eventos repetidos injustos (ressentimento) na sua origem, que  muitas vezes tem sua origem nas histórias com seus pais. Técnica do palquinho falar muito você vai fazer isso novamente , ou você fez isso mais de uma vez, porque repetiu isso comigo?

·         Como você se cobra? E essa cobrança do seu passado tem um plano de ação estruturado para mudanças reais para que não fique na culpa e sim na responsabilidade?

·         Medo de perder o parceiro? Fazer EFT com a técnica da carta desabafo para as vezes em que se sentiu abandonado ou sem suporte por pai, mãe e parceiros anteriores

·         Onde se arriscou e se estrepou? Técnica do palquinho e como deveria ter visto no que deu, como deveria ter agido diferente

 ser fluido mais, seja mais doce, gentil  e terno consigo e com outros

EFT para reduzir a rigidez nas cobranças infrutíferas

Mesmo que eu me cobre muito e a outros, eu escolho me apreciar mesmo assim

Mesmo que eu tenha muitas cobranças internas, eu escolho ser mais carinhosa comigo

Mesmo que a rigidez nas atitudes evitem que eu erre mais ou caia em ciladas, eu me aceito com todos esses medos

A vida as vezes parece muito dura

Então é melhor ser duro consigo para não se expor

Não aceito minhas atitudes impensadas

Sou inflexível quanto aos meus padrões de certo e errado

Tudo isso deveria me levar  para frente

E criar uma sociedade mais justa

Mas vejo que as pessoas não seguem os modelos da minha mente

Em irrito com isso

Em perturba quando a pessoa erra a mesma coisa comigo

Em deixa desconcertado me sentir falando para as paredes

E muitas vezes nem eu mesmo me ouço

Pode ser por evitar novos fracassos

Ou por querer a aprovação de outros que acabei copiando a rigidez

Tudo isso me fragilizando não somente nos resultados como atitudes comigo

Não suporto que as pessoas não andem na minha cartilha

Acho um tremendo desrespeito

Como se o mundo fosse ficar sem regras se as pessoas não agissem como eu

Algumas regras são úteis

Mas me parece arriscado ficar sem todas elas

Então escolho soltar tudo o que me dá mal estar

Escolho me amar

Me dar cuidado

Enviar amor para as células do meu corpo

Me permitir experimentar a vida como forma de amor por mim mesmo

E pela minha missão de vida

Eu escolho espalhar amor internamente,

Chega de ser somente uma fachada de amor

E por dentro uma tortura de cobranças sem planejamento para transformação

E escolho demonstrar amor por mim

Quando me permito experimentar o novo e curtir o trajeto

Pois é no novo que posso experimentar mais

Não na rigidez interior

Onde tudo é conhecido

Menos problemas mas também menos soluções

Quando estamos rígidos em pensamentos, sentimento e atitudes

Eu escolho presentear o mundo com amor,

Plantando amor com calma em mim

 transbordando amor verdadeiro onde quer que eu vá.


Outras maneiras de fazer EFT que só te contam nos cursos


·         Usando os dedos, quando está em público, na cadeira do dentista, em uma fila de espera, quando quer ser mais discreto e fazer EFT mesmo assim
·         Ajudando outros e atingindo os próprios resultados
Escreve no papel  o objetivo com as notas e emoções antes da sequência e depois de fazer para o objetivo de outro , retorne no seus dados de início e perceba as mudanças de notas
·         Quando está com uma emergência, bate no osso da clavícula que é a centrar da emoções, embaixo do nariz , central da alma, embaixo do olho acalma a raiva, cada ponto individualmente tem seus significado pois é um meridiano diferente, mas nada como usá-los os pontos juntos para resultados mais profundos.
·         Fazendo por outros, EFT substituto, mas primeiro acalme-se
Para animais, pessoas doentes, pessoas em crise nervosa
·         Ponto do pulso  e embaixo do  braço para ajudar na liberação de vícios e compulsão

Um ponto de vista simples e aplicável sobre compaixão por si como fonte de saúde


A compaixão faz você perceber que todos estão fazendo o que podem inclusive a si mesmo.
Quando estamos na compaixão, não estamos envolvidos em pés de guerra nem com os outros nem consigo, porque aceitamos que não existe um único caminho.
Como se estivéssemos desarmados e o outro lhe sente e não lhe ataca, ou pode até mudar a atitude perante seu estado não conflitivo.
Na compaixão já que cada um faz o que pode, não se está procurando culpados por atitudes ou histórias tristes, mas a possibilidade de sermos responsáveis por nossa parte na relações quando procuramos além de percebermos que cada um está fazendo o que está ao seu alcance , ficamos abertos para podermos mais e melhor, interagindo com maior responsabilidade sobre nossos atos, que tornam-se cada vez mais conscientes , com possibilidade de repensar o caminho e ter uma vida com resultados mais assertivos, que tem esse perfil empoderador por si só.
Na ausência de compaixão, estamos além de blindados para paz nas relações, também estamos na condenação de si e dos outros.
Sem compaixão , estamos sempre tentando encontrar um culpado, seja com outros ou conosco, para imprimir uma punição por não cumprimento dos padrões elevados de exigência, normalmente surreais, pois se não foram cumpridos, significa que ainda não se tem condições práticas para tal.
E as punições podem aparecer também na forma de doenças, fazendo com que a pessoa tenha aquele estigma, aquela marca para relembrar suas grandes vergonhas e erros.
E muitos acreditam, nos seus diálogos internos, que por se tratarem com tanta rejeição e desprezo por não atingirem os altos padrões de exigência, outros também assim farão , pois já conhece como é seu mundo interno, só não conseguem reconhecer o espelhamento porque está acostumado com tal forma de tratamento como se fosse um olho por olho , dente por dente  acontecendo além dos porões mentais pessoais, no mundo ao redor.
As formas distintas de auto-amarração como ataduras, mordaças, amarrações físicas, dores que circulam com diagnósticos desconhecidos, tristezas infundadas, distúrbios hormonais, doenças autoimunes, e todas as formas de ansiedades e síndromes só precisando de um diagnóstico mais preciso de sua origem e forma de manutenção esperando para serem quebrados e transformados com EFT.
EFT para mais compaixão
Eu percebo meu corpo nesse mundo mental interior
cheio de autocrítica e autossabotagem de mim
meu corpo lutando para ficar saudável
e todas as amarras criadas por mim
para me impedir de novos erros
novas vergonhas
para me manter no cabresto da transformação que tanto exijo de mim agora
inaceitável errar agora
inaceitável fracassar agora
intolerável ser instável
ou oscilante
a palavra de ordem é disciplina
nesse mundo interior de cobrança sem planejamento para tal
não quer mais vergonhas
mas também não se deixa livre para tentar
a tentativa de não errar
esquecendo que precisa tentar para acertar
e ajustar as velas para seguir
pelo mar da vida
menos guerras turbulentas
que consomem energias pessoais de realização
menos amarras físicas como autopunição
eu me permito
um pouco mais de compaixão por favor
pela vida que circula em mim
e que acaba justificando o ar que respiro
o que descreve o meu caminho único
meu mar de erros
que prefiro perceber como  caminhos a não repetir
mas que novas estradas precisam ser exploradas
através do que posso experimentar pelas possibilidades da vida
me permitir fazer o que está ao meu alcance
passa ser minha maior paixão
e exercício de compaixão minha em mim e pelo mundo
eu aceito isso

Esteja preparado para se encontrar com outros




Para sair, muitos usam maquiagem, o melhor perfume, a roupa mais bonita do armário, ou mesmo as máscaras preferidas, de boazinha, de compreensiva, de tranquila, de entusiasmada, tudo isso para novos contatos ou reencontros, sem perceber que estão deixando em casa a ferramenta mais importante quando usam tanta maquiagem emocional: a percepção de si no outro.

Para encontros, a maioria vai armado, com seus pensamentos, seus pontos de vista como únicos e 100% corretos, com seus medos, como a forma como se trata, como os eventos não resolvidos do passado, com traumas e bloqueios, que acabam tanto dificultando as relações, como sua percepção pessoal de onde está e qual o passo certo a tomar.

Tanto no nosso lado luz , quanto no nosso lado sombra, é tudo projetado no próximo mais próximo, pois essa realidade de desconforto e encantamento pela vida é sinalizadora do nosso ponto de emissão e atração do Universo.

Até quando nos controlamos para não sermos algo, ou agimos como alguém, é uma forma de restringir o fluxo abundante da vida.

Se todos quisessem escolher apreciar a vida , os eventos, as circunstâncias e as atitudes alheias com esse olhar de como me sinto confortável ou desconfortável com algo em mim através da atitude do outro, os impactos de eventos traumáticos seriam reduzidos, bem como o lado nocivo da vítima seria eliminada de uma vez por todas, não precisando mais usar a fuga como forma de evitar mais dor, mas o posicionamento de colocar luz nos acontecimentos seria vivido, percebido e assim as escolhas na vida seriam mais assertivas sobre nossas atitudes com nosso mundo interno.

Outro dia contei sobre um aluno que veio falar comigo por motivos de desentendimento com o namorado e sua atitude de revanche vista e possivelmente ativa no outro.

Ele nunca tinha ouvido falar que o mundo nos trata como nos tratamos.

Tentei explicar resumidamente a importância de pegar mais leve consigo e se aceitar, que a questão dele a resolver era com o abandono da mãe biológica e a ausência do pai biológico, mesmo tendo pais adotivos super carinhosos, e que se permitir seguir era uma escolha com menos armaduras e mais encantamento pela vida. Ele ficou me ouvindo atentamente, meio sem entender o que eu estava falando, mas acho que resolveu se dar uma chance de aplicar o que havia falado para ele, e no retorno do carnaval me falou que foi o feriado em que mais se divertiu ao lado da pessoa que gostava, que foi recebido na família como filho e que vai guardar esse carnaval para sempre em seu coração, como a oportunidade de se desculpar de um mal entendido que se ficasse achando que tudo o que viria seria somente uma atitude de revanchismo do desconforto gerado,  esse bem estar nunca aconteceria.

Então fiz a pergunta clássica sobre o que mais havia aprendido com o que acontecera, ele ficou meio calado, foi quando completei que a maior parte dos nosso medos são infundados e se deixarmos nos levar pelos mesmos, não realizamos nada na vida. Novamente ele ficou por alguns segundos calado, e depois conversamos sobre outros assuntos.

Eu fiquei tão contente em mostrar isso para uma pessoa com 16 anos aberta para perceber a interação com o mundo como sendo a interação interior refletida, e a grande questão sobre os medos infundados que só limitam. Como se uma semente tivesse sido lançada em solo fértil e receptivo, onde o melhor crescesse rapidamente.

Agora depende dele manter esse foco quando vierem outros medos, pois eles sempre vem, pois sempre estamos migrando para novas etapas e por isso, os medos saltam como a tentativa de manter o foco e o local seguro de viver e ser, mas essa realidade é parcial.

A vida é cheia de momentos novos e por isso todos são inseguros, basta que percebamos o que ganhamos ou perdemos em nos ver ou não através do outro e assim sermos mais objetivos na vida.

EFT para nos vermos melhor no outro

Eu estou sempre me relacionando

Mesmo que distante de pessoas

Ou problemas

O relacionamento que nunca falha ou para é conosco

Dentro de nós

E o outro passa a ser nossa extensão

Isso torna a vida mais produtiva

Objetiva

Menos sofrida

Mais assertiva

Sei que tenho muito a explorar em mim

E no meu potencial

E essa necessidade de ir além

Além de ser meu direito divino natural

É parte integrante da existência que todos vivem

E eu aceito me ver no outro

Nas minhas sensações boas ou ruins

Que somente expressam como ando me tratando

E o que transborda de mim para o universo

E seu retorno

Eu começo a aceitar que o mundo me trata

como eu me trato

e por isso escolho me perguntar e observar

para depois decidir o que fazer com meus desconfortos

se vou mantê-los ou transformá-los

e assim vou convivendo e me expandindo ao infinito e além